Publicado por: animo30 | 2 de Novembro de 2009

O PRESIDENTE QUE DÁ (VENDE) NOZES!

O povo diz, por vezes, e com razão, “Dá Deus Nozes a quem não tem dentes” para sublinhar as oportunidades perdidas por todos nós ao longo da vida!

Pois em Mação, no passado fim-de-semana, estupefactos, os maçanicos viram o seu presidente e família não perderem mais uma oportunidade de negócio – o mesmo presidente que se declarou à Lusa no ano passado como verdadeiro “empresário” – pegar numa das carrinhas da recente campanha eleitoral (ostentando ainda o letreiro “concretizarmacao” !!!)e, ocupando com um dia de antecedência, como documenta a foto, o lugar tradicionalmente ocupado pelos comerciantes que, vindos de longe, pagando os seus impostos, nos visitam para animar a Feira dos Santos ( um vendedor de queijo que por não ter calado a sua indignação ia armando um pé de vento e arriscou ser sovado).

011120091955

011120091956

Sabado,17.40.Véspera da Feira.Carrinha “concretizarmacao” marca, perdão, concretiza ocupação de território e em péssimo estacionamento!!!!

No momento em que a reportagem da ânimo captou as imagens da passagem da Filarmónica União Maçaense um dos familiares retirou-se indo juntar-se ao presidente que, à porta de uma das diversas empresas assistia ao desenrolar da venda das ditas nozes!

As imagens:

ânimo sabe que as actividades empresariais do presidente motivaram um requerimento dos deputados socialistas na passada legislatura e que outras diligências já terão tido lugar. O que verdadeiramente nos intriga, para além de todas as questões éticas, e não só, devido ao mal-estar entre os comerciantes dos diversos sectores, o que é que provoca o fascínio de Saldanha pelo negócio das … nozes? A promoção dos nossos produtos? Mas temos assim tanta noz? Afinal que apoio se dá aos pequenos produtores quando é o próprio presidente da autarquia que lhes sai ao caminho, ocupando o terrado na mais desleal das concorrências?! Já nem perguntamos se existem licenças para o efeito.

Até quando permitirão as nossas autoridades inspectivas esta descarada promiscuidade?!

A democracia não se esgota nas eleições por muito que alguns julguem que os seus deveres de transparência cessem no momento em que cessa a contagem dos votos!

 2013 é já amanhã! Aqui, nós não desistimos de perceber, em cada dia que passa como foi possível passarem-se tantos dias sem percebermos como é que tudo se passava, como é que tudo se passou ou melhor, como é que tudo parece querer continuar a passar-se!

antónio colaço

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: